05
abr
Herald Sun: O genuíno quarto álbum do Paramore

Herald Sun

O canal de notícias australiano Herald Sun, publicou uma matéria sobre o ‘Paramore’, destacando-o como álbum da semana e citando alguns dos principais pontos deste novo trabalho da banda. “Paramore está revitalizado!”

Quando menos significa mais: Paramore perdeu dois membros, mas está revitalizado!

Paramore

Talvez seja porque todos os membros que permaneceram na banda querem realmente estar lá. Depois de uma briga pública com dois ex-membros, o trio decidiu deixar os problemas para trás.

O guitarrista Taylor York tornou-se o principal compositor e suas novas idéias tornaram o Paramore mais diversificado do que nunca.
York transpira hits em potencial.

Você quer um pop épico no estilo ‘Union City Blue’, da banda americana Blondie? Tente a triunfante ‘Daydreaming’. Rock e funk com um inesperado coro gospel? ‘Ain’t It Fun’. Um pouco de The Cure com o antigo estilo do Paramore? Ouça ‘Part II’. Ska, da década de cinquenta, com um pouco de pop? Repare em ‘Anklebiters’. Um romance sombrio e bonito? Sim, ‘Hate To See You Heart Break’.

 

Hayley Williams sabe que ela tem algo a provar por aqui. E ela se demonstra bastante desafiadora em ‘Grow Up’ e depois partindo para a realista canção de amor ‘Still Into You’. Através da semelhança com o No Doubt e um refrão pop dos anos 80, ela canta “I should be over all the butterflies, but I’m into you, and baby even on our worst nights I’m into you.”.

Sobre alguns riffs rápidos de ‘Fast In My Car’, percebemos que a banda não sente falta dos seus ex-membros. Acelerando em direção ao futuro e com ukulele nos interlúdios, eles mostram uma eventual indiferença sobre o seu passado.

A real beleza de ‘Paramore’ é soar como um álbum bastante variado e ainda mantendo-se completo, unido por uma banda que encontrou os seus passos e está se divertindo. E isso é contagiante.

Nota: 3,5 / 5