14
abr
Marie Claire: Dicas de Hayley Williams para ser uma legitima garota do rock

Nylon Hayley

A revista Marie Claire publicou um artigo com uma pequena entrevista com Hayley Williams onde ela fala, principalmente, sobre ser você mesmo. Confira a tradução:

Uma das coisas mais legais sobre Hayley Williams, 24 anos, vocalista da banda de rock Paramore, é que ela tem muita credibilidade em um gênero musical que é dominado por homens. Talvez seja porque ela é uma daquelas pessoas que sempre parecem ser elas mesmas, mesmo que você goste ou não. “Para mim, compreender meu poder é compreender meu direito de ter liberdade individual.” diz Williams. “Eu aprendo todos os dias o que é amar a mim mesma, e constantemente entendendo o que me faz sentir mais poderosa.”

O novo album da sua banda, estreando quatro anos após seu ultimo, é sobre se redescobrirem como uma banda e amigos. Como exatamente vocês fizeram isso? “Eu acredito no estado de mudança constante”, ela diz. “Se estou sendo influenciada por música nova que estou ouvindo, livros que eu li, meus amigos, ou minha fé, estou aprendendo o tempo todo. Nos dois últimos anos da minha vida, eu me tornei uma pessoa bem diferente. Estar aberta a este crescimento foi o que me deu a chance de me redescobrir e minhas amizades. Se o mínimo que eu posso fazer é ter uma mente aberta, então eu acho que vou dar uma chance ao crescimento”. O conselho dela para qualquer um, sendo você uma estrela do rock ou trabalhando em uma fazenda: “A verdade é, não importa qual seu estilo de vida ou ocupação, nada poderá lhe impedir quando você esta permitindo-se ser quem você realmente quer ser”

Dicas de Hayley Williams para ser uma legitima garota do rock
1-Tenha muitas tatuagens
2-Pinte seu cabelo de tipo, 10 cores diferentes.
3-Comece a festejar tanto que seu fígado doa fisicamente.
4-Pare de ler essas dicas porque esses ideais são o que há errado sobre o gênero, de qualquer forma.
5-Seja você mesmo e não tenha vergonha, porque isso que é punk rock em você. Se alguém lhe disser algo diferente, eles não são punk, são políticos!

Via: ParamoreAndMore