18
maio
Paramore conta ao Fuse o porquê deles autointitularam o seu novo álbum

fuse

Por que vocês decidiram autointitular esse álbum, ‘Paramore’?
T:
 Foi o primeiro álbum que sentimos confortáveis em colocar nosso nome nele. Quando as pessoas ouvirem nosso nome, eu quero que elas pensem nesse álbum [Paramore].

Em “Future”, você canta, ‘Estamos escrevendo sobre o futuro, não falamos mais do passado, não estamos mais com raiva.’ Como vocês seguiram em frente, como banda?
H:
 Bom, em relação às letras, eu estava tentando não falar sobre essas coisas, e foi aí que o bloqueio criativo surgiu. Eu senti que eu não estava expressando as coisas que eu precisava expressar. Nós começamos com essas músicas no ukelele para superar esse bloqueio criativo, e me permiti a falar das coisas que eu estava sentindo.

Você conseguiu ser um símbolo sexual sem mexer com seu sex appeal. Essa é uma decisão consciente?
H:
 Não sinto que acordo de manhã e faço o meu melhor para ficar sexy para as pessoas. É estranho que comecei a receber esse tipo de comentário quando fiquei mais velha. Eu definitivamente não me vejo como uma pessoa sexy.

Então, Kelly Clarkson começou a fazer cover de “The Only Exception.”
H:
 Sim, eu vi o vídeo no YouTube.

Vocês já pensaram em fazer cover de “Since U Been Gone”?
T: Sim.
H: Com certeza!

O site BuzzFeed listou as 14 coisas que fazem que a Hayley seja a perfeita modelo punk. Disseram que você tem a voz de um milhão de anjos. “A pessoa mais punk de todas.”
H: O quê? E a Cindi Lauper?

O que você pensa disso?
H: Quero dizer, eu só falo ‘obrigada.’ Fico lisonjeada. Muito obrigada!